segunda-feira, 12 de julho de 2010

Um pouco da trajetória da Coleção "Viva la Vida"

Foto: Daniel Cruz, na Casa Azul
Eu sei, eu sei que devo mais posts sobre ela, a nossa homenageada e nossa inspiração na coleção "Viva la vida". E, acreditem, em todos esses longos meses em que gestamos esta coleção, em minhas pesquisas, eu colecionei um vasto repertório de informações, curiosidades e imagens do universo Frida Kahlo e só agora começo a organizar toda essa coletânea que nos inspirou. Aos poucos vou mostrando aqui.
No ano passado, o querido Daniel Cruz teve a oportunidade de conhecer o México por conta de um convite da embaixada brasileira naquele país para expor seu trabalho fotográfico lá, juntamente com os fotógrafos Paula Sampaio, Mariano Klautau e Orlando Maneschy. Quase morri com o fato de não poder acompanhá-lo nessa viagem dos sonhos. Naquela época eu já gestava a coleção e Dani, sabendo disso, me trouxe ricos “regalos” de lá. Se eu já tinha em mente realizar esta coleção, começava ali uma série de bons presságios a nossa investida nesse projeto. A viagem do Dani e seus regalos cheios de boas intenções dele para mim eram um dos primeiros sinais de que eu tinha um tema muito promissor nas mãos. Tempos depois e em tempo de começarmos a etapa de produção da coleção, outro sinal seria determinante: ao reencontrar minha atual sócia, Gisele Belém, que, com todo seu talento e luz embarcou nessa viagem comigo, a princípio como uma parceria, mas que logo sentimos que seria algo mais duradouro. Tenho certeza que Gisele chegou para ficar na Pomar. Então, consolidava-se cada vez mais dentro de nós a sensação que a coleção tinha tudo para dar certo. E deu!
Muitas pessoas perguntam porque Frida Kahlo como inspiração? Bem, desde os tempos da faculdade sou apaixonada pelas pinturas tão viscerais de Frida. Além disso, a imagem dela, digo, seus retratos são tão marcantes e, embora sua história seja trágica e antagônica, o que sempre essa mulher me passou com sua história de vida é exatamente a energia contida em suas próprias palavras: “Viva La Vida!” (que eu, pessoalmente, diante de tamanha dramaticidade, completaria ... “Viva La vida, carajo!” (rsrs)
Penso nesta coleção há mais de ano e meio, quando descobri tecidos temáticos a cerca de Frida e do México e que, desde então, comecei a importá-los. O México é um país que me encanta por tantas cores, pelo sol, simbolismos e energia vibrante. Entretanto, sabia que a coleção não podia se ater somente aos tecidos temáticos e que a coleção teria que ser expressiva também através de diversos outros elementos e estamparias que dissessem daquilo que queríamos falar: de alegria, de vida, de otimismo. Então, escolhemos flores e cores vibrantes, aplicações artesanais e bordados à mão (característica marcante no trabalho da minha sócia Gisele Belém e também na cultura mexicana). Eu também queria uma bolsa que tivesse algo dourado, que remetesse à luz, ao sol do México, pois também nas roupas, indumentárias e artesanato mexicano há muito brilho, luminosidade e reverências ao sol. Foi então que, pela primeira vez trabalhamos com um material sintético, o courvim dourado, associado ao tecido de algodão, numa das bolsas que mais fizeram sucesso da coleção, a “muy hermosa”.
Outra feliz coincidência foi o desejo da querida amiga Paloma, da marca Mucha, querer fazer sua coleção também com a mesma inspiração. Juntamos as ideias, embora cada marca tenha trabalhado sua coleção de forma independente, de acordo com suas próprias pesquisas. No final, descobrimos que muitas coisas entre as duas coleções se combinavam. Fizemos um único tag de apresentação das duas marcas – Mucha e Pomar, juntas. Paloma encomendou para nossa amiga e talentosa artista plástica e ilustradora Michelle Cunha que criasse uma Frida personalizada com o seu traço. Eis que ficou maravilhosa. Dividimos, Pomar e Mucha, o mesmo espaço no Caixa de Criadores e participamos do desfile juntas, uma compondo o look da outra. Foi um arraso!
O editorial fotográfico, feito quase como uma brincadeira pela amiga Walda Marques, uma das mais conceituadas fotógrafas de Belém, foi a cereja no nosso bolo e que deu maior visibilidade à coleção, graças à leitura e ao olhar singular de Walda, também uma apaixonada pelo México e por Frida. A locação não poderia ser mais propícia: a Taberna São Jorge, um bar pitoresco, da própria Walda, que muito nos remete ao universo “Fridesco”. Foi um presente e tanto!
Por fim, quando escolhemos a data do evento, o Bazar Cultural, na Taberna São Jorge, tivemos que remarcá-lo para a semana seguinte, e mais uma vez, Eureka: na semana o nosso evento, embora só nos déssemos conta do fato depois, comemorávamos o aniversário de Frida Kahlo. A festa fez ainda mais sentido! Uma festa linda, com uma performance maravilhosa, inspirada no tango dançado por Frida e Nina no filme “Frida”, que ganhamos de presente de minhas amigas Gemille Ó de Almeida e Nilze Carvalho e um belíssimo painel com o retrato de Frida grafitado pela artista Dri-K. Isso sem falar no repertório selecionado do músico Yuri Guedelha e seus amigos que conduziram a primeira noite e do chorinho animado, de Gilson, da segunda noite.
Não temos palavras para agradecer a todas as pessoas que acreditaram, que nos deram apoio, que carregaram nosso equipamento, e que nos ajudaram a divulgar, que nos concederam empréstimos de materiais e acessórios ou que simplesmente, se fizeram presentes para que tudo desse certo até aqui (Daniel Cruz, Mariana Bibas, Walda Marques, Gemille e Nilze, Virgínia Cunha, Yuri Guedelha, Gilson, Germana Morais, Socorro Gonçalves, José Marques e Tatira Fernandes, Karina Jucá, Paloma Pamplona, Naisha Cardoso, Jumara Cardoso, Renan e Natália Viana, Dri-k Chagas, Bia Galvão, Michelle Cunha, meninos da Cadi, Caixa de Criadores, redação do jornal Diário do Pará, redação do Jornal O Liberal, Regina e Nélio Palheta – meus pais).
Quanta gente nos ajudou nessa trajetória até aqui. Isso é só uma prova de que não realizamos nada sozinhos, mas sempre com a força de pessoas amigas, que torcem por nós. Obrigada a todos de coração.

Silvana.

2 comentários:

Mariana Bibas disse...

ah minha amiga!!!
já disse que te amo???
e pode contar comigo sempre...
acredito muito no seu talento.
sou sua fã.
beijo

Danielle disse...

Que bacana!
Eu adoro a Frida Kahlo, uma mulher forte com alma de artista!


http://fashionbowie.blogspot.com/